Composição modular (2018)

para Tupigrafia 12


A Tupigrafia é a primeira e única revista de tipografia do Brasil. Editada desde 2000, ela funciona como catalisadora do processo de recuperação da história da tipografia no Brasil.




TUPIGRAFIA 12
A produção gráfica da edição número 12 foi feita do jeito que eram feitas as publicações no século passado: com textos compostos em linotipo, títulos com tipos móveis e imagens em clichês. Outras técnicas gráficas foram combinadas, como a serigrafia, a flexografia, a impressão digital e o hot stamping.

A TUPIGRAFIA 12 TEM DUAS CAPAS DISTINTAS
Uma com dados variáveis, criada pela dupla Contrast, na linguagem Processing, e outra impressa com tipos históricos da gráfica Faelpa , no sistema de douração, mais conhecido como hot stamping.

CAPA CONTRAST
Cada um dos 400 exemplares da revista com a capa da Constrast tem uma imagem exclusiva e númerada. 
Para o projeto foi desenhada uma fonte dingbat com 72 módulos e um software em Processing. O programa sorteia três glifos que interligados geram uma trama contínua. Na área frontal dessa malha o logotipo da revista, desenhado com a mesma fonte, é inserido em posição aleatória. Um único glifo é sorteado para demarcar a lombada e desenhar o número 12 na contra capa. O projeto é parte da pesquisa da dupla sobre modularidade e padrões irregulares unindo tipografia, software e arte.
Com consultoria da Miolo Produção Gráfica, as 400 capas foram impressas em parceria com a Indústria Gráfica Pigma.





COMPOSIÇÃO MODULAR
Matéria escrita pela Contrast sobre sistemas modulares aplicados a tipografia e ao design. 



© CONTRAST 2018-19 - São Paulo, Brasil